Leva voce por todos os caminhos
Portugues Português
Ingles Inglês
Encantes do Nordeste
Portugues   Ingles
Menu Menu

Rota de Caburé | Rota Lagoa Azul | Rota Lagoa Verde | Lagoa Bonita | Rota de Sto. Amaro

 

Rota Santo Amaro no Maranhão - 6 dias e 5 noites
Compartilhe FacebookGoogleTwitter

Barreirinhas- Vassouras – Mandacaru – Atins - Canto do Atins - Baixa Grande - Queimada dos Britos - Santo Amaro – São Luis Nível: Pesado

1°Dia – Barreirinhas – Vassouras – Mandacaru - Caburé - Foz do Rio Preguiças - Atins (via voadeira)

Horário/Local de Saída: 08h:00m / Barreirinhas

No primeiro dia faremos um trajeto de voadeira (lancha rápida) até o ponto de início do trekking em Atins, dessa forma aproveitamos a viagem para um passeio obrigatório em todos os roteiros (veja no site).

No deck do Bar e Restaurante Bambaê pegaremos uma voadeira que nos levará pelo rio Preguiças até a localidade de Vassouras. O rio Preguiças é um passeio a parte com toda sua fauna e mata nativa exuberante, repleta de pés de açaí, buritizais e mangues com trechos de dunas que serpenteiam suas margens.

Vassouras é uma extremidade dos Pequenos Lençóis (APA) que encontra o rio Preguiças. Um Quiosque de nativos recebe os visitantes para uma breve parada onde servem alimentos e bebidas. Há no local uma pequena população de Macacos pregos selvagens que frequentam o quiosque pela adaptação sofrida com o tempo. É curioso e divertido, principalmente para as crianças.

Em seguida partiremos com destino a Mandacaru para uma visita ao Farol do Rio Preguiças. Do alto dos seus 160 degraus você terá uma das mais fascinantes vistas da região. Dalí pode-se ver o mar, Caburé, o rio Preguiças, Atins, Bar da Hora e o início do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. A viagem de Vassouras até o porto de Mandacaru dura apenas 20 minutos. A partir do porto uma caminhada de dez minutos nos leva até o Farol.

Após a visita seguiremos de lancha até Caburé para almoço. As 14h:30m partimos para o Atins, com chegada prevista para as 15h:00m. Toda a tarde e inicio da noite estará disponível para descanso, prosa, passeis curtos pelas proximidades e uma boa comidinha antes de dormir.

Após a visita seguiremos de lancha até Caburé para almoço. As 14h:30m partimos para o Atins, com chegada prevista para as 15h:00m. Toda a tarde e inicio da noite estará disponível para descanso, prosa, passeis curtos pelas proximidades e uma boa comidinha antes de dormir.

2° Dia – Atins (Trekking)

Sugerimos ficar um dia no Atins para conhecer melhor a vila de pescadores e a rotina local. O povoado é muito simpático e acolhedor (veja no site) Nesse dia poderemos fazer uma espécie de aquecimento com uma caminhada de hora e meia do povoado até o Restaurante da Luzia, onde teremos uma experiência gastronômica indescritível, que é o conhecido camarão na grelha da Luzia, além de outros saborosos pratos oferecidos. Caminharemos entre a vegetação de restinga até o início do Parque Nacional de onde avistaremos o conjunto exuberante de dunas a perder de vista e o Oceano Atlântico, regressando à vila para pernoite.

3° Dia – Atins – Baixa Grande (Trekking)

No terceiro dia partiremos do Atins com destino a Baixa Grande, o primeiro oásis no meio do Parque Nacional. A caminhada terá saída prevista as 04h:00m, seguindo pela praia até o Bonzinho, ponto de pescadores temporários, a beira da praia. Parada para descanso e banho de mar. Em seguida caminharemos em direção a Baixa Grande pelas dunas com paradas para banhos nas lagoas do Parque. A Caminhada dura de seis a sete horas, com chegada prevista entre dez horas e meio dia.

O trajeto é um espetáculo indescritível entre dunas de até 40 metros de altura e lagoas de águas cristalinas. Sob o sol, lua ou céu estrelado, três momentos distintos para o mesmo trajeto, a experiência é uma mescla de perplexidade pela exuberância da sua beleza e de espiritualidade pela sensação nítida da dimensão humana nesse cenário. Enquanto o sol escancara a nudez das dunas e valoriza o frescor de suas lagoas o andar sobre a luz do luar revela as sinuosas e sensuais siluetas das dunas enquanto dá um brilho púrpuro às lagoas. Uma visão surrealista e embriagadora. Em noite sem luar são as milhares de estrelas que se apresentam cintilantes e numa ilusão de ótica, ao alcance das mãos. Cruzar o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses caminhando é uma experiência única que você deve fazer se tiver a oportunidade.

Passamos o resto da tarde em Baixa Grande na casa de dona Dete, onde degustaremos a deliciosa e famosa galinha caipira e uma boa prosa sobre as peculiaridades de um local tão extremo e isolado e ela adora uma boa prosa. No final da tarde poderemos apreciar o pôr do sol e tomar um banho de lagoa. O local é bem simples como convém e as acomodações são em redes. Pernoitamos em Baixa Grande para seguirmos viagem no dia seguinte.

4°Dia – Baixa Grande – Queimada dos Britos (Trekking)

Saída bem cedo. As 04h:00m, após café da manhã que inclui; tapioca, ovos fritos,café e leite, seguiremos pelas dunas, atravessaremos o rio Negro com destino a Queimada dos Britos, o segundo oásis do Parque. O trajeto é similar ao primeiro trecho com destaque para os vôos rasantes das gaivotas sobre a cabeça dos viajantes tentando proteger seus ninhos feitos na areia das dunas, e com razão, já que qualquer descuido pode ser fatal e o viajante acabar pisando sobre os filhotes que no meio da areia são quase imperceptíveis.

A chegada na Lagoa Bonita está prevista para as 11h:00m. Permaneceremos na lagoa para banho e descanso por volta de uma hora e meia, depois seguiremos em veículo 4x4 com destino a Lagoa Azul numa viagem de aproximadamente trinta minutos, para almoço e banho na lagoa. Após o almoço teremos um tempo para descanso e partiremos as 16h:30 para Barreirinhas com chegada as 18h:30m.

A chegada em Queimada dos Britos está prevista para as 08h:30m. O restante do dia será para vivenciar a rotina local, almoçar uma deliciosa comida caseira e sertaneja na casa de Dona Juana, conversar com os nativos, ouvir e contar histórias, se banhar nas lagoas e apreciar mais um por do sol.

A casa de Dona Juana onde iremos pernoitar é bem simples também e tem redes dispostas lado-a-lado para receber os viajantes que por aqui procuram pouso e são tão bem recebidos.

5° Dia – Queimada dos Britos – Santo Amaro (Trekking)

Após o café da manhã em Queimada dos Britos, partiremos as 04h:00m em direção a Santo Amaro, sempre pelas dunas. Faremos uma parada, já chegando a Santo Amaro, na Lagoa da Gaivota, uma das mais belas e exuberantes do Parque. A Chegada na lagoa está prevista para as 10h:00m e na cidade por volta das 11h:00m. Na Lagoa da Gaivota um veículo 4x4 estará esperando para levar os viajantes até a pousada. A tarde será livre para passeio pela cidade, banho no rio Alegre e descanso. Pernoitamos em Santo Amaro e no dia seguinte seguiremos viajem para São Luis com conexão no povoado de Sangue.

DISTÂNCIAS APROXIMADAS
ORIGEM DESTINO DISTÂNCIA MEIO TEMPO APROX.
Barreirinhas Atins 42 km Voadeira 1 Dia
Atins Baixa Grande 30 km Trekking 07h:00m
Baixa Grande Queimada dos Britos 10 km Trekking 04h:00m
Queimada dos Britos Santo Amaro 20 km Trekking 06h:00m
Santo Amaro Sangue 35 km Veículo 4x4 02h:00m
Sangue São Luis 200 km Ônibus 03h:00m
Total do Trajeto   337 km  

Barrerinhas

Passeios

Pacotes